Sensação de insegurança do povo de Aracaju contraria resultado de pesquisa

Em pesquisa realizada pela consultoria Urban Systems, o ranking Connected Smart Cities considera as cidades mais seguras do Brasil cujo resultado foi publicado na revista Exame na versão online no último dia 8 de Julho. Para montar o ranking, o estudo levou em considera- ção seis critérios: o monitoramento de áreas de risco; iluminação pública; taxa de homicídios; acidades de trânsito; despesas com segurança, além do efetivo de policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito. Cada indicador recebeu um peso de acordo com sua relevância – totalizando 6 pontos. De forma geral, a pontuação dos municípios deixou a desejar. O local mais bem pontuado somou 2,172 pontos – o equivalente a apenas 36% da pontuação máxima que poderia atingir (de 6 pontos). O fator que chamou mais atenção foi que a cidade de Aracaju apareceu na posição de número 29 entre as cidades mais seguras do Brasil. No entanto, a sensação da população é de total insegurança, manifestada através de enquete realizada pela reportagem da Gazeta.

“Se Aracaju está entre as 30 mais seguras porque a situação da segurança do Brasil está crítica” Amadeus dos Santos, 60

“Realmente a situação está difícil para a segurança pela falta de investimento” José Carlos, 45

“Como Pode Aracaju estar as trinta mais seguras? Está algo de errado”, Luiz Cláudio Aguiar, 30

“Minha sensação é total insegurança porque não posso sair tranquilo”, Milena Santos, 35

“Ainda precisa melhorar muito para ser considerado um exemplo” Bruna Ferraz, 40

“Segurança está muito defasada em Aracaju e bastante surpreendente esse resultado” Ronaldo Lima, 55

“Falta investimento para realmente Aracaju ser referência de segurança porque nos tempos atuais é inimaginável ser top 30 em segurança” Rivaldo Vieira, 39

“Olha eu me sinto inseguro, mas se houve investimento pesado do poder público pode melhor” Marcos Antônio Soares, 27

“Eu não sei a noite por medo de ser roubada. Como pode o bandido está na rua e cidadão comum tem que está dentro de casa?” Roberta Amaral, 25

“Como pode Aracaju ser segura? Se o bandido está na rua e o cidadão de bem tem que está preso em casa?” Lúcia Dias, 71

“A Total insegurança impera em Aracaju no nosso cotidiano. Vc sai de casa e não sabe se vai voltar” Anderson Camargo, 21

“Aracaju não é exemplo de segurança para nenhum lugar porque em cada esquina tem um marginal” Marcella Amorim, 32

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *